9 de jun de 2011

SOLETRAR

9 de jun de 2011
O vento entra na janela
E faz a tarde parecer
Que nada existe, apenas ela
E que vem dela o todo haver.
.
O vento canta e a voz rasgada
Pela janela soerguida
Parece mesmo não cantada;
Parece coisa esquecida.
.
E é desse canto sem cantar
Que pode a gente perceber
Que viu a tarde lamentar
O não ter visto o sol nascer.
.
FTO

0 comentários: